Sete importantes hábitos para recolocar-se rapidamente.

Artigo escrito por Marco Antonio Oliveira Neves, diretor da Tigerlog Consultoria e Treinamento em Logística.

Alguns hábitos poderão ajudar-lhe a encurtar o difícil e desafiador caminho de volta ao mercado.

Número 1: Desligue-se das conexões negativas de seu antigo empregador.

Evite manter contatos com ex-colegas de trabalho que insistem em manter-lhe atualizado das “novidades” do emprego anterior. Do que adianta saber se fulano também foi demitido, se ciclano foi promovido ou se beltrano falou bem ou mal de você. Isso significa perda de tempo. Não dirija à frente olhando o retrovisor. Mantenha os bons e verdadeiros amigos que conquistou; esses lhe ajudarão em vez de lhe atormentar com fofocas! Distancie-se desses sanguessugas.

Número 2: Mantenha uma rotina saudável.

Exercite-se. Coloque em prática aqueles planos que você nunca conseguiu concretizar em função da dedicação ao trabalho e da falta de tempo. Você não precisa pagar uma academia para isso; aproveite a rua, as praças, os parques, até mesmo um shopping. Caminhe, suba e desça escadas, corra, nade, pedale, só não fique parado. E cuide também de sua alimentação. Não descarregue sua ansiedade na comida e mantenha a mente arejada!

Número 3: Pense positivo. Motive-se! Acredite em si próprio!

De nada vai adiantar você ficar mal-humorado, irritado, nervoso ou ansioso. Se isso resolvesse, até poderia valer a pena, mas, ao contrário, só vai lhe prejudicar. Pensamentos e atitudes negativas consomem nossa energia, nossa intuição, nossa capacidade criativa. Pensamentos ruins contribuem para diminuir o nosso brilho. Por mais que esteja demorando para recolocar-se, entenda que não é porque você tem algum problema ou porque não serve mais em lugar algum. Não acontece apenas contigo. Está relacionado ao mercado, à situação de um determinado setor, de uma região ou de todo um país.

Número 4: Melhore seu CV, adquirindo novos conhecimentos enquanto busca a recolocação.

Nunca pare. A cada mês fixe uma meta de adicionar 3-4 novas competências ao seu CV. É melhor constar em um CV que você está no estágio inicial da Língua Espanhola do que não constar nada, e você não precisa se matricular em uma escola de línguas para adquirir esse novo conhecimento. Você pode se aprofundar em custos sem precisar fazer um curso específico (se puder, é melhor obviamente); basta estudar, utilizando 2 ou 3 bons livros. Você pode melhorar seu Microsoft Excel solicitando ajuda a um amigo. E por aí vai.

Número 5: Tenha uma rotina na busca de um novo emprego.

Acorde, todos os dias, com uma rotina pré-estabelecida. Divida seu tempo em diferentes frentes. Dedique parte de seu tempo ao Linkedin, outra parte para “varrer” os sites de empregos, outro para cadastrar seu CV nos websites das empresas, outro para fazer contatos por e-mail ou telefone, etc. Nada de se tornar um discípulo do Zeca Pagodinho, com o “deixe a vida me levar, vida leva eu…”

Número 6: Mantenha-se informado.

Não deixe de ler jornais e revistas de negócios ou de acessar websites especializados. Por mais que estejam recheados de más notícias, você poderá encontrar “pistas” interessantes para recolocar-se mais rápido. Por exemplo, poderá ter conhecimento de determinado mercado ou empresa que se encontra “blindado” da crise, como é o caso de determinadas empresas exportadoras ou de setores como agronegócio ou papel e celulose. Portanto, filtre aquilo que realmente lhe interessa e não consuma informações que apenas irão desmotiva-lo.

Número 7: Adote uma postura dinâmica e proativa. Reinvente-se a cada dia caso as coisas não estejam dando certo.

Se sua estratégia não está funcionando, pare e pense. Reflita sobre o que deu certo e o que deu errado. Busque feedback de terceiros; se falarem que está tudo bem, não acredite e nem se acomode, se estivesse, você já estaria reempregado. Busque pessoas que possam lhe ajudar, falando a verdade, e lhe dando dicas preciosíssimas. Busque pessoas que lhe incomodem com críticas construtivas. Se não tiver acesso a essas pessoas, procure um especialista e contrate 1 hora dessa pessoa por semana, quinzena ou mês para um coaching. E se isso não estiver funcionando também, não desista, desenvolva outros meios. Só não fique parado!

Na luta por um novo emprego, o seu maior concorrente é você mesmo. Portanto, não perca para si próprio.

Se conseguir um novo emprego, por favor me informe, ficarei MUITO FELIZ por isso. Muito, mas muito sucesso para você!

Deixe uma resposta

Como podemos te ajudar?

Entre em contato com a Tigerlog se precisar de mais informações sobre nossos produtos, serviços, cursos ou até mesmo sobre informações de mercado.

QUERO MAIS INFORMAÇÕES SOBRE OS PRODUTOS E SERVIÇOS

Demos

Layout

Wide
Boxed